Pular para o conteúdo →

A prática leva à perfeição?

Imagine que duas adolescentes queiram aprender Kung-Fu. Juliana vai a uma academia, se inscreve, e começa a praticar duas vezes por semana por uma hora. Já Patrícia acredita que consegue aprender sozinha. Então ela vai até o quintal de sua casa e pratica socos, chutes e movimentos pelo triplo do tempo que a amiga. Qual das duas você acha que estará com o chute mais efetivo depois de dois meses de treino? E depois de um ano? Dois? Nós falamos muito sobre o trabalho necessário, a quantidade de horas para aprender qualquer tarefa, mas raramente usamos o termo “prática orientada”.…

Ir para o texto A prática leva à perfeição?

Um comentário

Como mestrar RPG me ajuda a fazer orçamentos rápidos

Vocês chegaram a uma sala escura, até a fraca luz de suas tochas parece não penetrar na neblina densa adiante. Uma brisa fria sopra lá de dentro, como se houvesse uma saída ali, dezenas de metros abaixo da terra. De repente, uma risada. Alta, gutural, inumana. Os olhos de fogo se acendem: “Quem ousa invadir os meus domínios? Se buscam os segredos de um orçamento bem feito, joguem 3 dados. Multipliquem o valor por dez. É isso que cobrarão do cliente, nada mais, nada menos!” Muahauhua HUHAUHUA! Ok, parei. Eu já expliquei o meu método para calcular o valor de…

Ir para o texto Como mestrar RPG me ajuda a fazer orçamentos rápidos

Comentar

Um e-mail é o que separa você da realização do seu projeto

A Trasgo começou com um e-mail. Sim, teve os meses de preparação, as anotações esquemáticas nos cadernos, as horas sonhando acordado e as contas para ver se eu conseguiria ou não contratar designers para fazer o logo e o site (o logo sim, o site não). Mas se existiu um momento mágico de "agora é pra valer", foi quando entrei em contato com as cinco autoras que participariam da primeira edição. E elas responderam, topando a ideia! "Que legal, elas toparam!… AH MEU DEUS, SOCORRO, ELAS TOPARAM!" Quando você assume esse tipo de compromisso com pessoas que mal conhece, o…

Ir para o texto Um e-mail é o que separa você da realização do seu projeto

Comentar

Cobre direito ou faça de graça: nunca se venda barato

Existe algo pior do que trabalhar de graça: cobrar pouco. Se tem algo com grandes chances de dar merda frustrar expectativas de ambos os lados é quando o serviço é barato. O que é “barato?” É o marido da barata, tu-du-tshi! Ok, chega. Sério agora. Para mim, cobrar pouco é cobrar menos por um texto do que você acha que seria justo. (E se você acha que deveria ganhar um milhão de dólares por texto, desculpe, você está na carreira errada. Escrever não é tão chato assim.) Se você acredita que não está sendo valorizado por aquele texto, você vai…

Ir para o texto Cobre direito ou faça de graça: nunca se venda barato

Comentar

Então, você tem uma ideia?

Uma das coisas que você mais ouve quando se assume como "escritor" perante o mundo é que todo mundo tem ideias. Desde a cabelereira da esquina ao rapaz que assa o frango no açougue, todos têm na cabeça uma história que daria um bom filme. A segunda coisa que ouve é "você deveria escrever sobre isso". Acontece que uma ideia é apenas um ingrediente da receita. Você quer fazer um pão? Você vai precisar de farinha, água, ovos, leite, sal, açúcar e fermento. A ideia é só o fermento. Você pode ter um quilo dele sobre a sua mesa, mas…

Ir para o texto Então, você tem uma ideia?

Comentar

Como enviar um orçamento de forma profissional

Freelancers geralmente trabalham no seguinte esquema: metade do pagamento antes do job, metade depois, na entrega. “Ah, mas por que tenho que pagar adiantado, não é assim que os outros negócios funcionam.” Acontece que o freelancer tem um alto risco de tomar calote. Acontece muito. E um freelancer raramente tem capital (e vontade, e tempo, e saco) para processar uma empresa. Além disso, precisa usar aquele tempo para trabalhar para os clientes que pagam. Portanto, o risco é dividido entre a empresa e o cliente. Já fiz muito job recebendo na entrega, também já tomei meus calotes. Empresas caloteiras ganham…

Ir para o texto Como enviar um orçamento de forma profissional

Comentar

A Arte de Pedir – Amanda Palmer

Começo com uma digressão: outro dia li um artigo sobre com absorver mais das suas leituras. Tem a ver com rabiscar os seus livros, fazer anotações e salvar trechos favoritos. Quando peguei “A Arte de Pedir” para ler, achei que esse era um livro para ser anotado. Como comprei o livro digital, salvei os trechos favoritos pela própria ferramenta do Kindle, e cá estou, falando um pouco sobre Amanda Palmer para vocês. Este é um daqueles livros onde é impossível dissociar conteúdo e autora. A Arte de Pedir, no formato que se apresenta, só poderia ser escrito por Amanda Palmer,…

Ir para o texto A Arte de Pedir – Amanda Palmer

Comentar

Quanto tempo demora um texto?

Neste texto vou ensinar a cobrar pelo tempo em que você dorme. Não acredita? Então vamos lá. Ao escrever o post sobre quanto cobrar, fiquei com uma pulga atrás da orelha. Escrevi “calcule quanto tempo você leva para fazer um texto e pronto!”, mas essa conta não é tão simples quanto parece. Corremos o risco de contar o tempo que levamos martelando as teclas, mas um texto leva muito mais tempo do que isso. Como conta de padaria (*entra vinheta: ♪ continhaaa de padariaaaa ♪* )… Ok, chega de vinheta. Minha média é cerca de quatro horas para fazer “um…

Ir para o texto Quanto tempo demora um texto?

2 comentários

Alinhamento de personagens (ou como fazê-los brigar)

A primeira vez que ouvi falar sobre alinhamento de personagem foi quando jogava RPG lá no começo da adolescência. Nunca dei muita bola, até porque os mestres com quem eu jogava não se baseavam na tabela, apenas na descrição e background do personagem para avaliar a interpretação. Então outro dia estava ouvindo um episódio do Imaginary Worlds, podcast que adoro, abordar o assunto. Algo clicou na minha cabeça. O sistema de alinhamento (também traduzido como tendência) é uma forma didática de entender motivações e conflitos, e pode ajudar muito na criação de personagens para literatura. Se você quer povoar sua…

Ir para o texto Alinhamento de personagens (ou como fazê-los brigar)

2 comentários

Como receber uma crítica

Meu texto foi rejeitado. E agora? Como editor, meu papel é criticar. E, muitas vezes, rejeitar textos, ser a pessoa que diz “desculpe, não vamos poder publicar o seu texto na revista“. Por isso penso muito sobre críticas e rejeições. E sobre como elas são ao mesmo tempo essenciais a todo escritor e completamente sem importância. Calma, não é duplipensar. Vamos começar pela frustração. Ah, a inevitável frustração… Uma das coisas que minha curta carreira no jornalismo me ensinou é a não me apegar ao texto. Seu editor chefe vai cortar o seu lindo nariz de cera (nome jornalístico para…

Ir para o texto Como receber uma crítica

Comentar